top of page

O QUE É CHÁ?

A maior parte das pessoas pensam que chá são todas as plantas e ervas infusionadas em água quente.

Realmente chá é uma infusão, mas nem toda infusão é chá. Explico.

O chá é uma bebida preparada com as folhas de uma planta chamada Camellia Sinensis, e tem origem no oriente, mais precisamente na china, e desfrutado por milhares de anos.

São conhecidas três variedades principais dessa planta, a chinesa (Camellia Sinensis Sinensis), a indiana (Camellia Sinensis Assamica), e a Camboja (Camellia Sinensis Cambodiensis).

É uma planta que vive centenas de anos, e que através de suas folhas e brotos é produzido seis famílias de chá: branco, amarelo, verde, semi-oxidado (oolong), preto e fermentados, envelhecidos (puerh e hei cha).

Desde que são colhidas até chegar a nossas xícaras, as folhas passam por diferentes processos em função do tipo de chá que se deseja produzir. E dependendo dos diferentes processos utilizados e da ordem em que são realizados, os diferentes tipos de chá terão suas próprias características.

O chá verde é diferente do preto, que é diferente do chá branco, mas todos são a mesma planta. O que difere é a forma como foram produzidos que transforma completamente as características de todos os seis tipos de chá.

O mais incrível do chá, é que além dos seis tipos, cada família possui infinitas variedades. Existem muitos tipos de chá branco, chá amarelo, chá verde, chá oolong, preto e puerh, e penso eu, que seja impossível conhecer e provar tudo em uma única vida.

Os maiores produtores de chá no mundo são a China e Índia, e aos poucos o Brasil vai desenvolvendo seu cultivo e produção de chá, que por sinal possui muito sabor e valor.

Me apaixonei pelo chá! Não somente pela infusão, seus sabores e aromas, como também por toda a história que contém cada xícara que desfruto no meu dia a dia. Quando comecei a estudar sobre chá, tomei conhecimento sobre uma parte da história da humanidade que desconhecia, pois chá é pura cultura e arte.

Histórias me encantam, e a primeira a me fascinar no mundo do chá, foi sobre o seu descobrimento.

Conta a lenda que no ano de 2737 A.C, o imperador, pai da medicina chinesa e também botânico chamado Shen Nong, saiu pela china para pesquisar e catalogar as plantas existentes na região com sua comitiva, e nessa viagem em um determinado momento parou para descansar debaixo de uma árvore, colocou sua água para aquecer em uma vasilha ao seu lado, e acabou adormecendo.

Enquanto descansava, algumas folhas da árvore da espécie Camellia Sinensis, caíram sobre sua água quente que acabou infusionando. Ao despertar com o aroma agradável da infusão, Shen Nong se deu conta do ocorrido e decidiu beber o líquido mesmo assim, aprovando o sabor e a agradável sensação. Assim foi descoberta a planta do chá.

Essa como tanas outras lendas e histórias me chamaram atenção no mundo do chá, além da própria planta. O chá já foi utilizado como medicina há milênios, e creio que por uma boa razão que vai muito além dos seus compostos medicinais. Essa bebida combina os elementos básicos do calor da vida, água e folhas de uma maneira que acalma nossos corações, circula nossa energia, e nos harmoniza com a natureza.

Ao longo do tempo, o chá tem sido uma expressão bastante intensa de expansão e profundidade espiritual, saúde, arte, poesia e cultura. O teatro já foi apreciado com uma xícara de chá, onde imperadores, generais e plebeus desfrutavam esses eventos com chá fluindo através de suas conversas, como também casamentos, rituais e orações.

Fora isso, não há como calcular os museus e pinturas, caligrafias e cerâmicas inspiradas na folha do chá.

Há também uma outra teoria que o chá foi descoberto por xamãs. Sábios primitivos que eram sacerdotes, curandeiros em suas tribos. Vivendo mais próximos da terra, eles teriam sentido os efeitos medicinais e os benefícios espirituais oferecidos pelo chá e começaram a se reunir entre aldeias para educar seus povos sobre o uso da bebida para prevenção da saúde e principalmente a conexão espiritual e com a natureza.

Mas qual a razão do chá ser tão cultuado dessa forma? Acredita-se que pela sua função natural em relaxar a mente e abrir o coração humano. Esses antigos sábios sabiam que o chá harmoniza e regula nosso sistema interno.

Particularmente em minha vida, o chá ajudou nessa conexão mais profunda. Ele representa pra mim muito mais que uma bebida saborosa, reconfortante e saudável. Honestamente, a planta do chá me ensina muito, pois ela é uma planta que também atua como uma ferramenta de autoconhecimento.

Mas sobre esse tema, prefiro deixar para outro texto, onde podemos aprofundar sobre o mundo desconhecido do chá.

Com carinho Claudia Gomes

コメント


bottom of page